• RSS
  • Add to favorites
  • Print
  • email
  • Twitter
  • Facebook
  • Orkut
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Live
9/ 09/ 2010 | Categoria: Polícia

Preso tem a cabeça decepada em presídio

Foto: Ilustração/Google

Foto: Ilustração/Google

Transferência de presos teria motivado assassinato
Uma transferência de presos teria motivado um assassinato ocorrido na tarde desta quinta-feira (09) no presídio Odenir Guimarães, em Aparecida. A vítima, José Antônio Alves da Silva, de 34 anos, cumpria pena por crime de violência sexual, foi morto a facadas e teve a cabeça decepada. Segundo informações do Major Célio, chefe de Segurança do Complexo Prisional, o autor foi identificado como sendo o detento Rodrigo Ribeiro da Silva, de 29 anos, que cumpre pena por roubo. O suspeito foi encaminhado ao Grupo de Investigações de Homicídios de Aparecida de Goiânia. O crime ocorreu no Bloco A do complexo prisional. A Polícia Militar chegou a invadir o local, mas a situação já estava controlada.

Segundo informações da PM, o crime teria acontecido por retaliação à transferência de líderes para outras celas. A vítima teria sido escolhida aleatoriamente pelos detentos. Investigadores da Superintendência do Sistema de Execução Penal (Susepe) estão no local conduzindo as investigações.

 

Foto: Ilustração/Google

Foto: Ilustração/Google

Polícia prende suspeitos de clonar cartões
Duas pessoas foram presas em Goiânia durante a Operação Trilha Virtual deflagrada na madrugada desta quinta-feira (09) pela Polícia Civil do Distrito Federal. Ao todo, 13 pessoas foram presas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões.

Segundo o delegado Pablo Aguiar (responsável pelo caso), o hacker da quadrilha era um rapaz de 21 anos que foi preso no Rio Grande do Norte. Ele é acusado de obter na internet informações das vítimas e vender para grupos de estelionatários.

 

Foto: Ilustração/Google

Foto: Ilustração/Google

Outros nove suspeitos foram presos no Distrito Federal e mais um em Curitiba. O caso começou a ser investigado há oito meses para apurar diversos registros de clonagem de cartões em Brasília. De acordo com o delegado, o suposto hacker conseguiu, em um ano, movimentar um milhão de reais com a venda dos dados obtidos na internet.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu aparelhos eletrônicos, chupa-cabras (equipamento usado para clonar cartões), cartões clonados, além de R$ 45 mil.

Policiais fecham laboratório de CD pirata
Policiais do 3ºDP de Aparecida de Goiânia apreenderam hoje, 19 mil CDs piratas, cinco CPUs com gravadoras de CD e impressora.

A operação foi em um laboratório na Rua Maitanga, quadra 16, lote 22, Setor Colina Azul em Aparecida de Goiânia e resultou ainda na prisão de três pessoas em flagrante, o dono do laboratório, sua esposa e o cunhado. Os presos não têm direito à fiança e foram enquadrados no artigo 184, parágrafo primeiro do Código Penal e devem pegar de 2 a 4 anos de prisão. (DMonline/CBN Goiânia/O Popular/Goiás Agora com adaptações)


Nenhum comentário ainda!

Fechado a comentários!





10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

3/ 12/ 2013

Vai dar cadeia: no Brasil pode-se criticar tudo, menos os políticos e partidos

O texto aprovado pelos parlamentares não diferencia danos à imagem causados por um fato verídico ou provocados por mentiras   Brasília/DF –...

...continue lendo »

24/ 11/ 2013

Policiais Civis goianos em nota oficial fazem esclarecimentos sobre a greve à população

O GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS MENTE E ENGANA TODOS OS GOIANOS   Goiás/Brasil – O atual governo promete, não cumpre e mente, culminando nesta...

...continue lendo »

⇒ Posts Relacionados



⇒ Os Mais Vistos da Semana

  • No results available

⇒ Com a palavra: O Leitor

  • Carla: Tem que morrer, como disse o colega acima, bandido bom é bandido morto.
  • Gustavo Simplicio: Em 1997 aconteceu o mesmo no Ceará, o governador Tasso Jereissati (PSDB) mandou o GATE enfrentar os manifestantes, são todos...
  • Claudio: Morte a eles o mais rápido possível, alias bandido bom é bandido morto.
  • Felix Rodrigues de Moura: Dizem que esse Mesquita é o bambambam da segurança, pelo menos no papel, veio da Policia Federal. Agora vem o...
  • JOSÉ CARLOS: A Falta de efetivo na policia civil data de décadas, porém a atual situação em que se encontram agentes e escrivães se tornou...


⇒ Foi Notícia...


28.09.2011 | 19:50

Aprovado em definitivo projeto que reduz IPVA para bons condutores de veículos em Goiás
Foto: Divulgação/Sérgio Ricardo Sandes Rocha - AL Os deputados aprovaram, em segunda votação na tarde desta quarta-feira (28), projeto de...

...continue lendo »



Notcias Atualizadas



Denuncie o trafico internacional de mulheres Diga NAO as drogas Pedofilia e crime - DENUNCIE Denuncias anonimas Delegacia Virtual

Toda pessoa tem direito à verdade. O servidor não pode omiti-la ou falseá-la, ainda que contrária aos interesses da própria interessada ou a da administração pública. Nenhum estado pode crescer ou estabilizar-se sobre o poder corruptivo do hábito do erro, da opressão, ou da mentira que sempre aniquilam até mesmo a dignidade humana quanto mais a de uma nação. (Decreto nº 1171/1994)