• RSS
  • Add to favorites
  • Print
  • email
  • Twitter
  • Facebook
  • Orkut
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Live
4/ 03/ 2011 | Categoria: Polícia, Vídeos

Menina de 12 anos é morta com mais de 100 facadas em Rio Verde

Larissa brutalmente imobilizada com choques e assassinada com mais de 50 facadas - Foto: Reprodução/Imagem Goiás

Larissa brutalmente imobilizada com choques e assassinada com mais de 50 facadas - Foto: Reprodução/Imagem Goiás

Duas menores foram apreendidas suspeitas de terem matado a menina

Rio Verde/Goiás Um crime bárbaro, na tarde desta quinta-feira (03), chocou moradores de Rio Verde, Sudoeste do Estado. Larissa Alves Guimarães Barbosa, de 12 anos, foi assassinada dentro da casa da avó, com mais de 100 facadas. A maioria dos golpes atingiu, rosto, pescoço e braços. Um aparelho de choque, possivelmente com o intuito de imobilizar a jovem, também foi utilizado. Outras duas adolescentes são suspeitas de efetuarem o crime. Elas foram apreendidas ontem à noite.

A Polícia Civil acredita que o crime pode ter ligação com outro assassinato ocorrido no dia 11 de janeiro. Larissa prestou depoimento à Polícia Civil no caso da morte de Ricardo Tavares de Souza, de 26 anos. Ele foi morto a pedradas e facadas por rapazes, no pronto-socorro do Hospital Evangélico. Larissa testemunhou o assassinato.

– Assista ao vídeo –

 

Larissa - Foto: Arquivo de família

Larissa - Foto: Arquivo de família

Larissa foi encontrada no quarto e não havia sinais de luta. As adolescentes foram surpreendidas com a chegada da avó da jovem, Altiva Guimarães Barbosa, de 69 anos, e agrediram a mulher com choques. Policiais militares e funcionários do Samu afirmam que no quarto onde a jovem foi assassinada não havia sinais de luta corporal. Tenho 15 anos de corporação e nunca havia visto isso, disse um policial.

 

Atualizada em 05/03 – às 14h;
Delegado Danilo confirma: polícia apreendeu as assassinas da garota e mais 3 pessoas envolvidas

Conforme o delegado, as duas menores que cometeram o bárbaro crime eram amigas de Larissa. Elas conseguiram entrar na residência, mataram a menina e roubaram R$ 126,00.

Ainda segundo o delegado de Polícia Danilo, as duas adolescentes presas já confessaram o crime. Mais três pessoas estão envolvidas, dois menores e Michael Ferreira do Nascimento, de 18 anos.

Conforme informações, os 5 planejaram o crime. Os 4 menores devem ser transferidos para o Centro de Internação de Goiânia e o maior já está à disposição da Justiça.

Larissa - Foto: Arquivo de família

Larissa - Foto: Arquivo de família

(Imagem Goiás com adaptações)


Este post recebeu 43 comentários até agora!

  • Talitha disse:

    Nossa dá dó; aquelas meninas vadias teve coragem de esfaquear a amiga dela? Matou a própria amiga, que covardia!!!

  • Belarde disse:

    Que barbaridade! Aonde nós vamos? Até os adolescentes se envolvem em atos desumanos, meu Deus! Com quem aprenderam isto, será que sãos os filmes que veem?





10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

10/ 12/ 2013

Amigos internautas aguardem as novidades

Pedimos desculpas pelos transtornos, pois estamos em reconstrução de nossas páginas para melhor informar.   Já no inicio do ano de 2014 estaremos...

...continue lendo »

3/ 12/ 2013

Vai dar cadeia: no Brasil pode-se criticar tudo, menos os políticos e partidos

O texto aprovado pelos parlamentares não diferencia danos à imagem causados por um fato verídico ou provocados por mentiras   Brasília/DF –...

...continue lendo »

24/ 11/ 2013

Policiais Civis goianos em nota oficial fazem esclarecimentos sobre a greve à população

O GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS MENTE E ENGANA TODOS OS GOIANOS   Goiás/Brasil – O atual governo promete, não cumpre e mente, culminando nesta...

...continue lendo »

⇒ Posts Relacionados


 


⇒ Os Mais Vistos da Semana

  • No results available

⇒ Com a palavra: O Leitor

  • Carla: Tem que morrer, como disse o colega acima, bandido bom é bandido morto.
  • Gustavo Simplicio: Em 1997 aconteceu o mesmo no Ceará, o governador Tasso Jereissati (PSDB) mandou o GATE enfrentar os manifestantes, são todos...
  • Claudio: Morte a eles o mais rápido possível, alias bandido bom é bandido morto.
  • Felix Rodrigues de Moura: Dizem que esse Mesquita é o bambambam da segurança, pelo menos no papel, veio da Policia Federal. Agora vem o...
  • JOSÉ CARLOS: A Falta de efetivo na policia civil data de décadas, porém a atual situação em que se encontram agentes e escrivães se tornou...


⇒ Foi Notícia...


26.09.2013 | 17:22

Cadeira de rodas impulsionada por movimentos do rosto é criada por estudantes de 10 anos
Quebrando paradigmas: alunos na faixa de 10 anos assimilam ensinamentos e colocam o conhecimento absorvido em prática e constroem protótipo - Foto:...

...continue lendo »



Notcias Atualizadas



Denuncie o trafico internacional de mulheres Diga NAO as drogas Pedofilia e crime - DENUNCIE Denuncias anonimas Delegacia Virtual

Toda pessoa tem direito à verdade. O servidor não pode omiti-la ou falseá-la, ainda que contrária aos interesses da própria interessada ou a da administração pública. Nenhum estado pode crescer ou estabilizar-se sobre o poder corruptivo do hábito do erro, da opressão, ou da mentira que sempre aniquilam até mesmo a dignidade humana quanto mais a de uma nação. (Decreto nº 1171/1994)